sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Look do Dia

Mary

Olá, meus amores! Trouxe-vos um look feminino e cool, para irem comer um gelado com o namorado ou passear com as amigas no centro comercial.

Hoje estava numa de cor-de-rosa que, além de ser uma das minhas cores preferidas, transmite uma ideia de beleza e feminilidade. Comecei por uma saia midi num tom bem suave de rosa.
Gosto muito do comprimento midi, sobretudo quando é uma saia rodada. Este tipo de saia favorece vários tipos de corpo, sobretudo o tipo triângulo invertido e o tipo rectangular. O volume da saia ajuda a equilibrar ombros mais largos e o ênfase na cintura vai criar mais curvas num corpo um pouco mais recto.

O crop top branco de croché, permite mostrar um pouco de pele, mas não o umbigo (ver aqui). Eu diria que 3 dedos de pele à mostra estaria bom. A meu ver os crop tops não devem ser usados com calças ou saias de cintura baixa. Ficam sim muito elegantes com cinturas subidas.
Gordinhas podem usar? Claro que sim! Atenção é para não usar crop tops demasiado justos, nem saias e calças que marquem as gordurinhas. Mas vale usar o tamanho acima do que ter um efeito muffin.


O que é o efeito muffin? O efeito muffin é o aspecto com que se fica quando se usa calças ou saias demasiado apertados, criando gordurinhas onde não havia. Usem o tamanho acima.



Para complementar, optei por sapatos de tachas e um colete de ganga, para dar um ar mais cool e mais moderno ao look. Gosto de usar peças de inspiração vintage, como esta saia, mas usá-las de maneira diferenciada à que se usava no passado. A moda é cíclica, mas não é para ser usada sempre da mesma maneira.
O colete, além de conferir outro ar ao look, ele ajuda a alongar visualmente a silhueta, criando duas linhas na vertical.

A mala...Afinal chamo mala, carteira ou bolsa? Onde cresci (Seia, Serra da Estrela) chamamos de carteira. Quando me mudei para Lisboa, vi que chamavam de mala àquilo que chamamos de carteira, ficando o nome carteira só para o porta-moedas. Mas mala onde cresci significa algo de maiores dimensões, como bagagem. No Brasil, usa-se a palavra bolsa e pronto. Enfim, reflexões à parte...
A mala (vou usar este termo) é de um tom rosa velho. Não deixa de ser um tom de rosa, mas é um tom diferente do da saia. Foi propositadamente, pois a minha intenção é ter peças a condizer, não a combinar.